segunda-feira, 12 de novembro de 2007

sigma e alpha

Sigma e Apha são, respectivamente, os símbolos usados nas escrituras cristãs para o final e o começo das coisas.. como muitos peregrinos podem confirmar, chegamos ao final do Caminho de Santiago, mas apenas ao início do nosso Caminho.. digo início, pois além de ser retorno, tem gosto, cara e jeito de recomeço.. dizem que a peregrinação mais difícil inicia realmente quando se chega em casa, quando se volta ao cotidiano e se retoma a vida diária – ou a nova vida pós-Caminho..


A busca de Deus (ou a falta dela), a busca do Homem em si mesmo, das coisas simples da vida fazem parte do Caminho de cada um de nós.. cada um traça como quer o seu próprio Caminho.. como dizia o poeta “o Caminho não existe, faz-se o Caminho ao andar”.. e quando esse Caminho é feito com Amor (que damos e recebemos), com Fé (pois temos de acreditar em nossas metas) e com Esperança (na vida e nas pessoas que nos cercam), fica muito mais colorido e agradável de se percorrer..


Despeço-me do Caminho com palavras de um poeta argentino, Federico Clavre, que diz o seguinte: “A força não consiste na resistência física, mas no Amor que cada um tem em seu coração”.. ouvi essa frase num vídeo pelo YouTube enquanto estava no Caminho, e agora, pouco mais de um mês depois, casualmente estou em Buenos Aires revisando os textos dos últimos posts para publicá-los no blogue.. será mais um sinal do Caminho? ;)

Bons caminhos,

R

Um comentário:

Maria disse...

Que suerte Rogerio que se demoro el vuelo en BsAs!...completaste el ultimo capitulo y llegue a Finis Terre¡!
En realidad, no se si existen ultimos capitulos... hay Caminos ¨to be continued¨...
c-peregrina (la guia)