terça-feira, 4 de setembro de 2007

Carrión de los Condes - San Nicolas del Real Camino

Hoje foi mais uma prova de que as fases do Caminho não podem ser tao previsíveis . amanheci bastante preocupado com as bolhas nos calcanhares.. mas como tinha feito um curativo na noite anterior com os algodoes de maquiagem, indicados por Loli, tinha tudo pra dar certo.. Acontece que no dia anterior dormi com as pernas um pouco inclinadas pra cima e durante a noite, e logo no inicio da manha, acordei com fortes dores no músculo ignal (se eh que esse o nome), perto da virilha.. resultado: não teve musica que eu cantasse pra espantar esta dor.. os primeiros 4 km foram infernais.. parando de 500 em 500 metros para me agachar e aquecer um pouco os músculos da coxa esquerda..

A beleza das paisagens, a solidão e a paz que emanavam dos campos de trigo ajudaram a esquecer um pouco a dor.. mas só depois de um telefonema muito especial e, dessa vez, começar a cantar sem um dos fones de ouvido, escutando minha própria voz, e, aliado a tudo isso, ter tomado um relaxante muscular (logico! ;), consegui finalmente superar as dores.. curiosamente, a dor da coxa fez eu esquecer das bolhas e, depois de superada, retomei o ritmo e completei os 30 km previstos até San Nicolas..


Antes de San Nicolas, alcancei o grupo que tinha partido comigo pela manhã quando faziam uma pausa no albergue que as "meninas" de Viñarós iam ficar.. ali pousamos pra esta foto antológica..

R

3 comentários:

PATRICIO disse...

Sua mainha está aqui, para aliviar suas dores e curar suas bolhas com as lágrimas de saudades e de ver todo esse seu sofrimento e a alegria de ver que você não está sozinho. Persistencia filho,eu sei que você tem e vai vencer.Estava segurando minhas emoçoes mais não guentei deois da música de J. Quest,pois acho sua cara e não me contenho esteja onde estiver. Até minhas amigas da Amo tiram onda. Beijus cheios de saudades. sua mainhaque muito te ama. Neidinha.

Andrés Jerónimo disse...

¡Ánimo Rogério! Somos MªJosé y Andrés, de Valencia (nos conocimos en Agés, Burgos...) Nosotros nos hemos retirado en Carrión, sin llegar a León como pretendíamos. Nuestros pies (los de MªJosé, sobre todo) no podían más. Hemos necesitado 2 sesiones de enfermería para curarnos las ampollas. Si sigues teniendo problemas, no lo dudes, que te cure un profesional. Ahora estamos en nuestra casa de Valencia, tomando un helado y acordándonos de los afortunados que van a llegar a Fisterra... Seguiremos tus aventuras. Ultreia e Suseia!!

Vanda Patrícia disse...

Olá Rogerim!!!
Força sempre em tudo: na volta da sua caminhada, nas suas dores físicas e tb do coração. Estamos longe fisicamente, mas muito perto nesse nosso sentimento fraterno.
Te amo muito!!!
A saudade é grande.
Bjs.